O emprego na crise e o recrutador, uma série de artigos!

Há mais de 10 anos ajudo empresas a encontrar pessoas e oriento profissionais na busca de emprego. O que os recrutadores fazem para identificar e selecionar profissionais em um momento de crise e de poucos empregos? Vamos lá, vou contar um pouco do meu trabalho, o que busco e o que realmente está por trás de um processo seletivo, esse é o primeiro de uma série de artigos.

Antes quero destacar que o emprego na crise apenas aumenta a disputa e a concorrência por uma vaga, óbvio, mas infelizmente é a realidade, então o que podemos fazer...

Quando você é convidado para participar de uma entrevista de emprego, lembra que todo um processo já foi realizado, diversos “concorrentes” ficaram para trás e certamente a sua vez chegou. Como aproveitar esse momento tão decisivo e o que realmente o recrutador está buscando?

Sendo bem direto, busca um profissional que atenda os aspectos objetivos e subjetivos do cargo de atuação. O que é isso? Toda posição, requer habilidades técnicas que são conhecimentos em determinadas tecnologias, ferramentas, processos, metodologias, idiomas, formação acadêmica, serviços e produtos da empresa. Profissionais que atendam ou estejam mais próximos dos aspectos técnicos requeridos pela vaga, serão chamados e avaliados pelos recrutadores. Aqui um ponto importante, encaminhar o seu currículo apenas para anúncios de empregos que você atende os requisitos técnicos.

O segundo aspecto, os subjetivos ou comportamentais, onde a química e empatia entre você e o gestor poderá ser determinante para a sua contratação e não necessariamente o melhor candidato avaliado tecnicamente. Nessa avaliação, observamos como você se expressa, aqui cuidado com a linguagem não falada, sua postura, ansiedade, clareza, educação, segurança nas informações passadas e principalmente o famoso “brilho nos olhos” o seu interesse e o desejo em conseguir e querer esse emprego.

Agora já temos a primeira e importante dica, que chamamos de cruzamento de necessidades currículos que atendam os aspectos objetivos e subjetivos.

A partir de agora é com você, frente a frente com o RH e o gestor da vaga.

Na próxima semana irei publicar o segundo artigo e vou falar sobre o currículo, um documento “papel” tão importante e fundamental na busca de um emprego, para gerar oportunidades de negócios e divulgar as suas principais habilidades e competências.

Aguardem também temas como: onde estão as vagas, sites e portais de empregos, redes sociais como facebook e linkedin e dicas de como se comportar nas entrevistas.

Quero também receber perguntas e sugestões para incluirmos nos próximos temas e consequentemente respondê-las para que eu possa auxiliá-los e orientá-los na busca do emprego tão sonhado.

Compartilhem esse artigo e ganhem o material de orientação profissional, com dicas de como elaborar o currículo e o linkedin, relação de sites de empregos e headhunters e mais de 50 perguntas com respostas adequadas utilizadas em entrevistas de emprego.

Um carinhoso abraço,

Leonardo Martins

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

www.itjob.com.br

“Que ao abrir as cortinas deste dia, só alegria entre por sua janela”

Free Joomla! template by L.THEME